Dicas e ConselhosCrianças

“Estilo parental e pandemia – 13 dicas para lidar com os filhos entre os 5 e os 10 anos de idade em isolamento profilático”

By Novembro 30, 2020No Comments

A pandemia levou os pais a uma ligação mais intensiva com os filhos. Se está em teletrabalho, foi levado a ser uma combinação de pai / mãe, professor o e diretor de atividades, com pouco tempo para pensar a respeito, muito menos planear.

 

Cada idade e estádios têm os seus desafios. Vamos analisar os 5 aos 10 anos de idade. As necessidades dos bebés são básicas. Os adolescentes geralmente têm as suas próprias ideias sobre como se manter ocupados. É durante os anos elementares que as crianças são mais dependentes dos pais, tanto para acalmar os seus medos quanto para oferecer uma variedade de atividades para passar o dia.

 

Se é um pai / mãe em casa, provavelmente já faz muitas dessas sugestões há anos. Se acabou de se associar ao “clube em casa”, estes lembretes são oferecidos como uma forma de ajudá-lo a planear os dias que virão:

 

  • Ajude as crianças a expressarem os seus sentimentos

As crianças já estão ansiosas. Está no ar devido a muitas mudanças que já aconteceram. Eles não são muito jovens para ouvir uma explicação apropriada para a idade sobre porque as coisas mudaram.

 

  • Valide as suas preocupações. 

Abra espaço para a deceção, a raiva e o tédio, mas não deixe isso durar muito. Demonstrar que expressar muita raiva só deixa as pessoas mais furiosas. Tranquilize as crianças da melhor maneira possível.

 

  • Monitorize a sua própria ansiedade. 

As crianças também podem saber que está chateado contudo, limite o quanto mostra as suas preocupações às crianças. Nada deixa os filhos mais ansiosos do que pais ansiosos.

 

 

  1. Encontre maneiras de se acalmar e enfrentar. 

Meditar. Fazer yoga. Orar. Escutar musica. Faça o que for melhor para si, para que possa dar o melhor de si com as crianças.

 

  • Obtenha boas informações. 

Tranquilize-se enquanto está a acalmar as crianças. Leia e ouça especialistas confiáveis. Saber o que está acontecendo e o que pode fazer para maximizar a segurança dará-lhe uma sensação de controlo. Para a sua paz de espírito, limite-se a verificar as notícias algumas vezes por dia. Expor-se constantemente a quem disse o quê sobre o vírus pode aumentar a sua ansiedade, não acalmá-la.

 

 

  1. Crie uma estrutura. 

A primeira semana ou mais de distanciamento social pode ter parecido com sábados perpétuos; dias em que as crianças podiam ficar de pijama, comer quando tinham fome e, geralmente, brincar. Mas agora estamos nisso por um longo tempo. Isso significa uma mudança na forma como gerimos os nossos dias.

 

As crianças pequenas prosperam em estrutura e previsibilidade. Na falta de estrutura interna, precisam de nós para fornecer regras e rotinas externas para que se sintam seguros e protegidos. Fazer uma programação diária que seja um tanto previsível também evita que precise fazer isso todos os dias. Cada família apresentará a sua programação exclusiva, dependendo de quantos adultos estão disponíveis para ajudar e com o que estão fazendo malabarismos.

 

  • Crie rotinas

No mínimo, estabeleça uma rotina de acordar pela manhã e uma rotina de ir para a cama – exatamente como faz durante o período de aulas.

 

Pode ser muito básico. As rotinas matinais geralmente incluem uma lista mais ou menos assim:

 

Levante-se (num horário definido)

Lavar

Escovar os dentes

Vestir-se

Fazer a cama

Café da manhã

 

Rotinas noturnas após o jantar geralmente incluem:

Arrumar os brinquedos

Um banho 

Escovar os dentes

Arrume as roupas para a manhã

Hora da história.

 

Alguns pais fazem um gráfico de estrelas para a “Lista da manhã” e “Lista da noite”. Outros pedem às crianças que façam um poster que podem verificar para ter certeza de que fizeram a lista. Se as rotinas são novas para a sua família, há um bónus em iniciá-las agora. Você está estabelecendo um senso de ordem e rotinas de autocuidado que serão úteis para os seus filhos pelo resto da vida.

 

  • Escola em casa de forma sensata

Relaxe, não precisa repetir um dia letivo de 6 ou mais horas por dia. As crianças precisam de menos horas de instrução, quando recebem atenção individual focada. Uma regra prática é uma hora de ensino para cada nível de ensino. (1 hora para alunos do primeiro ciclo; 2 para alunos do segundo ciclo; etc.) O sistema escolar local provavelmente está fazendo o possível para fornecer materiais e orientação.

 

Definir um horário em que a escola esteja aberta todos os dias ajudará os seus filhos a reter o que aprenderam neste ano e dará-lh uma mensagem clara de que acha que a educação é importante. Não transforme o trabalho escolar numa tarefa árdua. Crie um momento em que reforce a alegria de ser curioso e aprender.

 

  • Recreio! 

As crianças precisam de atividade física por pelo menos uma ou duas horas por dia. Se não tem um quintal, supervisione uma caminhada ou corrida em áreas que acha que são seguras. S estiver em uma área que foi duramente atingida pelo vírus, mantenha as crianças dentro, mas certifique-se de mantê-las ativas. Coloque música. Faça uma rotina de exercícios juntos ou crie uma pista de obstáculos. Organize uma luta de almofadas.

 

Permitir o jogo livre ativo também. A brincadeira imaginativa ativa apoia o desenvolvimento emocional e cognitivo da criança.

 

Faça os fins de semana serem de fim de semana: os fins de semana são uma época para relaxar as regras dentro do razoável – assim como em épocas mais normais. Planeie uma atividade familiar como um piquenique no chão da sala; uma festa de vestir; um projeto de culinária – qualquer coisa em que possa pensar que diferencie os dias de fim de semana dos dias de semana.

 

  1. Limite o tempo atrás dos ecrãs

É sedutor. TV, computadores e telefones podem manter as crianças quietas e entretidas por horas. É importante considerar os benefícios e custos de longo prazo. Canais informativos na televisão (como os canais de história e descoberta), bem como pesquisas no computador podem enriquecer a aprendizagem, é verdade. Mas o tempo de tela ilimitado mantém as crianças passivas, limita a sua imaginação e põe em risco a sua saúde.

 

A American Academy of Pediatrics recomenda limitar o uso da tela a uma hora por dia de “programas de alta qualidade” para crianças de 2 a 5 anos de idade. Para crianças a partir de 6 anos, recomendam que os pais estabeleçam “limites consistentes” no tempo de tela e nos tipos de media que os seus filhos podem acessar. É sensato, em termos de saúde, seguir as diretrizes da AAP. Por fim, descobrirá o que funciona melhor para a sua família.

 

  • Deixe as crianças ficarem entediadas

Lembre-se de que é normal as crianças ficarem entediadas de vez em quando. O tédio não é o sinal para deixá-los assistir TV ou que precisa inventar mais uma hora divertida. O tédio costuma ser o motivo da criatividade. Dê-lhes algumas idéias e deixe-os assim. Expresse a sua fé na capacidade deles de inventar algo interessante para fazer.

 

  • Mantenha o contacto

O distanciamento social e o auto-isolamento podem afetar qualquer pessoa. Faça videochamadas para parentes e amigos. Ajude as crianças a fazerem o mesmo. Pessoas, não importa a idade, precisam de pessoas.

 

  • Ser pai nunca é fácil

Em tempos como estes, é especialmente difícil. Criar pequenos seres humanos decentes, inteligentes e educados é uma grande responsabilidade – ainda mais agora pela falta de ajuda de apoio que normalmente recebemos de professores, creches, outros profissionais, amigos e familiares. O nosso grande desafio é resistir à tentação de fazer o que é conveniente e manter o foco em como criar bem os nossos filhos.

 

Bibliografia: Hartwell-Walker, Ed. D. Parenting Pandemic Style. PshyCentral, 2020. Disponível em https://psychcentral.com/news Acesso em 27/11/2020.

 

Portes Grátis
em toda a Loja Online!

É mesmo verdade! Todas as tuas encomendas serão de transporte gratuito!

+ 5% Desconto na tua 1ª Compra!

Compra Agora